Ação de graças pelos 150 anos de trabalho e fé
   


Num cortejo repleto de belas referências ao passado, colaboradores, parceiros e amigos do Hospital Português conduziram fotografias e relíquias históricas ao altar da Catedral Basílica  de Salvador, durante o ofertório da celebração eucarística em ação de graças pela passagem dos 150 anos da Instituição. A missa, que aconteceu dia 2 de janeiro, foi presidida pelo Cardeal D. Geraldo Magella Agnelo e co-celebrada pelo Monsenhor Gaspar Sadock, Monsenhor Ademar Dantas e pelo capelão do Hospital, padre Uelson de Souza.

O chefe de gabinete do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, Simeão Pinto de Mesquita, conduziu ao altar uma comenda do Governo Português, outorgada à Instituição, e coube ao cônsul geral de Portugal para a Bahia e Sergipe, João Paulo Sabido Costa, a tarefa de conduzir a bandeira atual de  Portugal.

Uma maquete do Bergantin Triunfante - navio que conduziu os fundadores do Hospital de Lisboa para Salvador -, um instrumento médico do século XIX, bandeiras atuais e de época, além do selo personalizado em homenagem ao Sesquicentenário, foram ofertados durante a liturgia  Eucarística, um dos momentos mais marcantes da missa.

No início da  celebração, a Igreja, repleta, recebeu o cortejo de entrada ao som do 'Cantate  Domino', com o solo dos Arautos do Evangelho. O grupo fez belas  participações musicais em vários momentos da missa. "Agradecemos a Deus, abençoamos e bendizemos o Hospital Português, que essa Instituição possa continuar sendo exemplo, um sinal na terra do amor que Ele nos confia, em nosso coração, para fazermos o bem", afirmou o Cardeal D. Geraldo Magella.

A missa em ação de graças pela passagem dos 150 anos da  Instituição teve a participação ativa de vários colaboradores. O médico, Dr. Carlos Cunha, e sua esposa, Virgínia Cunha, foram os mestres de cerimônia da celebração eucarística. Participaram da liturgia da palavra, Adélia Carvalho, presidente da Comissão dos 150 anos, e  Flávio Marinho, assessor de Marketing. O médico Dr. Otoni Raimundo Costa Filho fez a Oração da Assembléia.

Do ofertório, participaram a historiadora Socorro Martinez,  Carlos Manuel Ferreira, assessor da diretoria, o superintendente, Dr. Vicente Araújo dos Santos, a enfermeira Izilda Carneiro, o fisioterapeuta Palmireno Ferreira, a nutricionista Gildete Fernandes, Carlos José Ferraz Laranjeira, vice-presidente da Comissão das Comemorações do  Sesquicentenário, Rui Marques da Costa, conselheiro da Instituição, o vice-presidente, Antônio Fernando Souto de Castro, Dr. Octávio Messeder, coordenador da UTI, a enfermeira Maria Luiza Roriz, o motorista de uma das Unidades Móveis de Saúde, José Catarino, a analista de marketing Eliana Lima, a colaboradora do Hospital, Cristina Lima, Izabel Valente, colaboradora da Quinta Portuguesa, e a Superiora das Irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição, Irmã Gilzeda Novaes.

A missa foi encerrada com o Hino do Senhor do Bonfim, interpretado pela Banda da Base Aérea de Salvador

Av Princesa Isabel, 914, Barra Avenida, Salvador BA, CEP 40.140-901 - Tel: (71) 3203- 5555